domingo, 29 de junho de 2014

Quando o cansaço toma conta e tudo o que importa é o que não importa, o que não é necessário.  Algumas vezes acontece uma pequena mágica que te faz sair desse ciclo de vazios que nunca se preenchem, que nunca realmente deixam de ter essa forma oca, que a cada batida, a cada pancada, te dilacera. E o eco de cada dor, fica ecoando, até uma nova pequena mágica.

Nenhum comentário: