quinta-feira, 21 de março de 2013


Uma sensação estranha. E pensando bem, sei porque. A gente sempre sabe, e só não quer chafurdar no assunto. E quando lembro de certos momentos, penso o quão burra eu fui. A gente é bixo burro mesmo... Magoa sem querer e persiste no erro quando sabe que deve parar. E nesse chafurdar tem uma cena que nunca sai da minha cabeça. Uma cena simples, cuidadosa e pra mim uma das mais tocantes. E sempre que lembro, me vem uma sensação estranha de perda, uma vontade de fazer tudo diferente. E penso o quão lindo tudo teria sido.

Nenhum comentário: