terça-feira, 16 de novembro de 2010

Amanhecer

Hoje tô inquieta, impaciente, coração disparando. Vontades me perseguem e eu nem ao menos tento mandá-las embora. O desejo parece mais um parto, fica lá você tentando expulsar e ele querendo continuar dentro, intrínseco, visceral. Penso que é hora de amanhecer novamente.

Nenhum comentário: