domingo, 23 de agosto de 2009

Mútuo

Eu não adoro você.
Eu não gosto de você.
Eu nem ao menos amo você, ta ouvindo?
Não amo. Não amo. Não amo.
Eu odeio você.
E você me odeia.
Isso é o mais mútuo que já chegamos.
Acredito em mutualidades inversas.
Nosso nível não pode piorar. Já está no pior estado.
E eu gosto disso. E você adora isso. É a forma como nos ligamos.
Como trocamos informações telepáticas. Nossa relação já se tornou de outro mundo. Já não somos quem éramos. Já não somos nada. Nem temos pretensão de ser. Só alimentamos nosso ódio, e assim nos aproximamos. Jeito estranho de gostar. Mas, tá valendo.

Nenhum comentário: