quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Bonança

Aquele sentimento de novo agarra-se ao meu pé. E o que eu faço? Agarro-me a ele. Nada mais inteligente do que se agarrar aos seus sentimentos. Isso se define esperteza. E eu fiquei esperta de uma hora pra outra. Não não não. Não foi de uma hora pra outra. assei por coisas, que se não digo traumatizantes, pelo menos que me fizeram sofrer e espero eu, que aprender também. E o que passou, passou, se voltar, é outra história. Não vai ser a mesma. Só, não garanto que não possa voltar. Tudo está interligado. Não adianta querer fugir. Eu estou bem. Sempre poderemos estar melhores. Mas, eu estou bem, já disse. E estar bem é melhor do que está mal. Então eu agradeço a minha bonança! E agradeço meus novos sentimentos que não são tão novos assim. Estão desgastados, ultrapassados, mas são meus e eu agora resolvi cuidar deles. Sem parar.

Nenhum comentário: