quarta-feira, 15 de julho de 2009

Melhor não

Eu pensei que sim de verdade, mas é não! Você não merece - pelo menos não agora - tanto afeto. Carinho sim, mas afeto, afeto não. Não estou falando do afeto mais conhecido, nem sei se existe um outro afeto. Acho que existe em vários níveis. E só acho que você não merece o meu afeto. O de outras pessoas sim, o meu não. É difícil explicar, mas o meu é algo intenso e focado. Você consegue entender isso? E eu que pensei que sim de verdade. Já estava com afeto até a tampa. Era tudinho pra você. Mas, ainda bem que vi antes de te esbaldar, lambuzar que você não se preparou ainda, ou até não merece, o que é pior... Afeto é tão bom, faz tão bem. Nem dói. Mas, não, não. É melhor não.

Nenhum comentário: